Governo do Estado do Espírito Santo

Parque Estadual Paulo Cesar Vinha

Foto:Terence J. Nascentes

Com o intuito de preservar uma faixa contínua de restinga, um dos ecossistemas mais ameaçados da Mata Atlântica, foi criado pelo decreto nº 2.993-N de 1990, com a denominação inicial de Parque de Setiba. Por meio da Lei nº 4.903 de 1994, passou a ser denominado Parque Estadual Paulo César Vinha, em homenagem ao biólogo Paulo César Vinha, morto em 1993, por atuar contra a extração de areia na região.

Há uma grande diversidade de ambientes em sua área como, lagoas, dunas, planícies alagadas e as formações vegetais de restinga, onde das 10 fitofisionomias conhecidas, 09 delas se encontram no Parque. Como a Mata Seca, a Floresta Permanentemente Inundada, o Brejo Herbáceo, o Aberto de Clúseas, entre outras . O Parque abriga espécies da flora e fauna ameaçadas de extinção como a coroa-de-frade e o ouriço preto, além de espécies endêmicas como algumas perecas e libélulas. A Lagoa de Caraís é sua principal atração. O Parque integra a Área de Proteção Ambiental (APA) de Setiba, que visa proteger áreas adjacentes de restinga e a região marinha do arquipélago das Três Ilhas.

DADOS GERAIS

Área: 1.500 ha  Baixe aqui (kmz)

Municípios abrangentes: Guarapari 

Bioma: Mata Atlântica

Ambientes presentes: lagoas, praias, costão rochoso, dunas, planícies alagadas e vegetação de restinga com 09 fitofisionomias.

Criação: Decreto Estadual nº 2.992/1990 e Lei nº 4.903/1994

Infraestrutura:

  • Alojamento para pesquisadores
  • Banheiros
  • Escritório administrativo
  • Estacionamento
  • Mirante
  • Porto para caiaque
  • Portaria
  • Vigilância Armada
  • Trilhas sinalizadas

Conselho gestor:

Plano de Manejo (Elaborado em 2007)

ATENDIMENTO E CONTATOS

Administrativo: De segunda a sexta de 08h às 17h

Telefones: (27) 3636-2522

E-mail: pepcv@iema.es.gov.br

Endereço: Rodovia ES-060 - Km 37.5, Setiba, Guarapari/ES. CEP: 29222-360

VISITAÇÃO 

Conheça as Novas regras de visitação devido à pandemia de COVID-19

* Confira as atualizações do Mapa de Gestão de Risco: Acesse aqui

Dias e horários

  • Centro de Visitantes (fechado para reforma): Diariamente de 08h às 17h
  • Trilhas: Diariamente de 08h às 15:00h. Não é necessário agendamento.
  • Grupos organizados (escolas, excursões, etc): somente em dias úteis mediante agendamento prévio.

O que saber antes e durante a sua visita ao Parque?

1 Siga as orientações da Conduta Consciente em Ambientes Naturais

2 Ajude a proteger a natureza:

  • Traga seu lixo de volta
  • Não faça coletas
  • Não faça pichações
  • Não faça fogo
  • Desligue as caixas de som

A NATUREZA E DEMAIS VISITANTES AGRADECEM!

3 Conheça as proibições e regras gerais de visitação Clique aqui

ATENÇÃO! NÃO É PERMITIDA A CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS A MOTOR SEM AUTORIZAÇÃO NAS PRAIAS, DUNAS OU TRILHAS.

ATRATIVOS

  • Lagoa de Caraís: lagoa de água doce localizada junto à praia e ao único costão rochoso do Parque. Possui coloração avermelhada devido à decomposição da matéria orgânica presente nos alagados que a abastece. Para seu acesso é necessário percorrer uma trilha de 2,5km, a partir da sede administrativa, sendo que os últimos 500 metros pode ser realizado pela praia.
  • Mirante: elevação rochosa natural de onde é possível avistar toda extensão da lagoa de Caraís com a serra de Buenos Aires ao fundo. É facilmente acessado por trilha curta a partir da lagoa de Caraís.
  • Praia da Caraís: praia de acesso à lagoa de mesmo nome. Possui mar agitado, por isso o banho deve ser realizado com cautela. Acessível por trilha de 1km a partir da sede administrativa. Não possui serviços de alimentação ou bebidas.
  • Praia de Setibão: praia localizada no extremo sul do Parque. Geralmente possui grande quantidade de conchas devido à proximidade de corais no mar. É muito procurada para a prática de surf. Serviços de alimentação e bebidas fora do Parque.
  • Praia Dulé: praia localizada no extremo norte do Parque. Próxima às dunas de mesmo nome, é um dos locais para prática de surf mais utilizados no Estado, inclusive com realização de campeonatos.
  • Trilha da Restinga: utilizada para acessar a praia e lagoa de Caraís é possível observar durante o caminho as variações da vegetação de restinga, assim como as planícies alagadas e eventualmente alguns animais silvestres, como veado, irara, tatu, serpentes, diversas aves, entre outros. A trilha possui extensão de 1,5 km em terreno plano e arenoso.
  • Trilha do Alagado: pequena trilha de 480 metros de extensão, acessível a partir da trilha da Restinga. É possível observar do alto de um mirante artificial, o maior ambiente de alagado do Parque. Ideal para observação de aves entre outros animais.
  • Trilha da Clusia: com apenas 150 metros de extensão é uma trilha circular realizada sob a floresta de restinga, onde é possível conhecer as principais características e espécies deste ambiente. É acessível a partir da sede administrativa. É muito utilizada para praticas de educação ambiental.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Baixe aqui a cartilha: Preservando Nosso Quintal - arquivo formato RAR

COMO CHEGAR?

Exibir mapa ampliado

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard