Comissão de Recuperação de Ecossistemas historico

Histórico

​A Comissão de Recuperação de Ecossistemas (CORE) foi criada em março de 2009 devido à necessidade iminente de se realizar o manejo biológico das Unidades de Conservação Estaduais, bem como de operacionalizar a restauração de áreas degradadas acompanhadas pelo IEMA.

Ligada diretamente à Gerência de Recursos Naturais (IS nº 186-S de 10 de outubro de 2016, publicada no DIO em 11 de outubro de 2016), o objetivo principal da CORE é promover a restauração florestal nos diversos ecossistemas que constituem o Bioma Mata Atlântica. Para isso, atua nas seguintes áreas:

  • Promoção das ações de recuperação e manejo biológico das Unidades de Conservação estaduais, incluindo o combate às espécies invasoras;
  • Análise, proposição e acompanhamento de conversões de multas ambientais e de condicionantes abaixo de 1 ha, bem como dos termos de ajustamento de conduta, desde que relacionados à restauração ambiental no âmbito do IEMA;
  • Análise e acompanhamento de Planos de Recuperação de Áreas Degradadas – PRAD – que possuam objetivo de restaurar áreas maiores de 1 ha no âmbito do IEMA;
  • Proposição de normas que disciplinem a recuperação de áreas, possibilitando, dentro do limite legal, o uso sustentável; e
  • Realização/apoio de estudos e pesquisas relacionados à recuperação de ecossistemas, visando a promoção de conhecimento e o desenvolvimento de métodos e técnicas efetivas para o Estado.

Atualizado 24/09/2018

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard