11/05/2018 16h43

Mais de 150 nascentes são cadastradas no Mona de Serra das Torres por meio de trabalho voluntário

Por intermédio do Programa de Voluntariado em Unidades de Conservação (PVUC) do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo (Iema), até o momento mais de 150 nascentes já foram mapeadas no Monumento Natural Serra das Torres, que abrange os municípios de Atílio Vivácqua, Mimoso do Sul e Muqui.

O trabalho, inédito na região, está sendo realizado desde novembro do ano passado pelo estudante de Ciências Biológicas da Ufes, Cristiano de Oliveira. O futuro biólogo é morador da região do Monumento Natural Serra das Torres e aproveita os finais de semana para realizar o mapeamento e verificar as condições das nascentes nas comunidades próximas à área da Unidade de Conservação.

De acordo com Cristiano, apesar de ser uma tarefa árdua, é muito importante que essas fontes sejam averiguadas. “É preciso muito esforço, pois para acessar grande parte das nascentes deve-se chegar a pé; contudo, é gratificante realizar esse tipo de trabalho tão significativo para a comunidade”, contou.  O estudante garante que ainda tem muito a ser feito. “O mapeamento está longe de acabar, o potencial da região de Serra das Torres é enorme”, afirmou Cristiano.

A Unidade de Conservação desenvolve um papel importante na produção de água para as bacias da região, como dos Rios Itabapoana e Itapemirim, por exemplo. Além disso, o Rio Sumidouro, um dos principais fornecedores de água para o município de Atílio Vivácqua, nasce dentro do Mona Serra das Torres.

Segundo o servidor da Unidade de Conservação responsável pelo acompanhamento do trabalho voluntário, Guilherme Carneiro, esse tipo de atividade garante a conservação das minas de água. “O mapeamento e caracterização das nascentes são essenciais para direcionar esforços à proteção ou até mesmo para a recuperação dessas fontes”, explicou.

 

O que é o PVUC?

O Programa de Voluntariado em Unidades de Conservação é um projeto que procura incentivar e valorizar o trabalho voluntário nas áreas naturais públicas do Estado. Com o objetivo de aproximar e envolver a sociedade em atividades de conservação dos recursos naturais, o programa buscar promover conhecimento e a troca de experiências entre profissionais da Unidade de Conservação e voluntário. Pode participar qualquer cidadão com idade superior a 18 anos que tenha interesse em trabalhar nas Unidades de Conservação.

Como ingressar no programa?

Os interessados devem aguardar publicação do edital de chamamento do Iema ou escolher uma atividade a ser desenvolvida em alguma Unidade de Conservação e enviar para o e-mail pvuciema@gmail.com, com formulário de inscrição preenchido e currículo (máximo duas laudas).

 

Downloads:

Formulário de inscrição

Manual do Voluntário 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard