16/05/2017 16h10 - Atualizado em 16/05/2017 16h25

Governo do Estado entrega licenças para a duplicação da BR-262

Foto: Leonardo Duarte/ Secom-ES

Os capixabas já podem comemorar mais uma conquista para o desenvolvimento do Espírito Santo. Uma das obras mais aguardadas pela população está prestes a começar. O Governo do Estado, por meio do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), entregou, nesta terça-feira (16), a licença ambiental que dá o sinal verde para que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) inicie as obras de duplicação e de restauração da BR-262.

A cerimônia ocorreu no Palácio Anchieta. Durante a entrega da liberação ambiental, o governador Paulo Hartung falou sobre a importância socioeconômica da modernização da BR 262 para o Estado e ressaltou a atuação da bancada federal em Brasília para destravar os empecilhos burocráticos que impediam as obras.  "Agradeço a nossa equipe que contou com a colaboração de técnicos ambientais para realizarem as análises necessárias para liberação da licença", disse.

A duplicação da BR representa melhoria em infraestrutura para a região, fomenta a economia, o turismo, além de melhorar o fluxo de mercadorias e contribuir para a redução de acidentes na via, representando, assim, mais desenvolvimento socioeconômico e ambiental para o Espírito Santo.

A diretora-presidente do Iema, Andreia Carvalho, explicou que hoje foram entregues dois documentos: a renovação da licença prévia, que consiste na duplicação e na restauração dos 52,62 quilômetros da BR, e a licença de instalação para o trecho de 7,3 quilômetros, que compreende do km 49,38 ao km 56,66, em Marechal Floriano, iniciando próximo ao Posto Ipiranga e finalizando entre o trevo de Paraju e o Posto do Café.

Andreia Carvalho frisou que essa é uma obra muito aguardada pela população do Espírito Santo e que a equipe do Iema, dentro dessa expectativa, se esforçou ao máximo para agilizar a entrega da licença.

Já o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Aladim Cerqueira, explica que, a qualquer momento, o Dnit pode pedir a licença de instalação dos demais trechos. O secretário destacou que o fato de ter a licença prévia dos 52 quilômetros já é um grande passo e que o órgão responsável pela obra pode pedir a licença definitiva para outros locais.

Licenças que o Iema já entregou

Licença Prévia

O trecho com licença prévia está entre o quilômetro 19, no viaduto de Viana-Sede, localizado em cima da estrada de ferro, até o quilômetro 71, na altura do trevo de Victor Hugo, em Marechal Floriano. São 52 quilômetros.

Licença de Instalação

Trecho está entre o quilômetro 49, próximo ao posto Ipiranga, em Marechal Floriano, até o trevo de Paraju e o Posto do Café, em Victor Hugo.

Os trechos passarão a ter duas pistas em cada sentido da via.

 --

Assessoria de Comunicação

Alvaro Muniz/Tatiana Ronchi

Tel.: (27) 3636- 2591 / (27) 3636-2592 / (27) 9-9977-1012

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard