07/02/2019 18h24 - Atualizado em 08/02/2019 08h54

Evento discute desenvolvimento no monumento Serra das Torres, no Sul do ES

Foto: Paulo Martins de Oliveira Junior

A comunidade de Fortaleza, em Muqui, foi palco da palestra “Desenvolvendo a Cultura Local por Meio do Turismo”, no último final de semana. O evento abordou a importância do turismo para o desenvolvimento local, tanto na dimensão econômica quanto para a valorização da cultura e patrimônio locais. A atividade é voltada a líderes empresariais dos segmentos de turismo e gestão pública da área do entorno do monumento natural Serra das Torres, que envolve os municípios de Muqui, Atílio Vivácqua e Mimoso do Sul

Promovido pelo Sebrae-ES, em parceria com o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e o Centro de Referência em Arte, Educação e Transformação Ambiental (Crearte), o encontro contou com o palestrante Eduardo Elias dos Santos, conhecido como “Baleia”.

Após a palestra, os 29 empreendedores participantes reuniram-se em grupos setoriais a fim de identificar necessidades e oportunidades para qualificação do turismo na região.

Segundo o analista técnico do Sebrae, Kelly Brezinski, a Unidade de Conservação tem grande potencial para agregar valor e gerar renda para os empreendimentos do local. Podem ser ofertados produtos turísticos qualificados, particularmente de ecoturismo e turismo de aventura, somados aos esforços já feitos de valorização cultural e arquitetônica na região.

“O evento propiciou aos empreendedores identificar a oferta atual, bem como as necessidades que eles enxergam para qualificar os produtos e serviços turísticos da região e favorecer a geração de negócios. A partir daqui poderemos traçar uma estratégia de trabalho”.

Para o a Agente de Desenvolvimento Ambiental e Recursos Hídricos do Iema, Guilherme Carneiro, o turismo realizado de forma consciente e sustentável pode ser um grande aliado da Unidade de Conservação, além de gerar renda para as comunidades do entorno.

 Lígia Bettero, diretora do Crearte, acredita na importância de reunir os empreendedores da região para que possam estabelecer parcerias em prol do desenvolvimento do turismo local. A região tem muito potencial e é preciso explorar tal potencial de forma consciente.

Sobre o Monumento Natural Serra das Torres

Maior Unidade de Conservação de Proteção Integral criada pelo Estado do Espírito Santo, foi criada em 2010 por meio da Lei Estadual nº 9.463. Ela abrange os municípios de Atílio Vivácqua, Mimoso do Sul e Muqui. Tem por objetivo geral a preservação de sítios naturais raros, singulares ou de grande beleza cênica e, entre os objetivos específicos, a promoção do desenvolvimento e ordenamento do turismo sustentável e integrado às condições naturais locais.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema)

Flávia Fernandes/Paulo Sena
E-mail: meioambiente.es@gmail.com
Tel.: (27) 3636-2592 / (27) 99977-1012

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard