Plano Estadual para a Conservação do Muriqui no ES

O muriqui-do-norte (Brachyteles hypoxanthus) é o maior macaco americano e uma espécie criticamente em perigo de extinção que, atualmente, só ocorre em poucas localidades nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Neste Estado, o muriqui está restrito ao Parque Nacional do Caparaó e a algumas matas nos municípios de Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa e Santa Leopoldina.

Os dados levantados pelo “Projeto Muriqui – ES”, iniciado em 2002 pela UFES, forneceram as bases para a realização de uma oficina de planejamento participativo com vistas à elaboração do “Plano Estadual para a Conservação do Muriqui-do-Norte”.

A oficina, seguindo as diretrizes do Plano Nacional para a Conservação dos Muriquis, definiu objetivos, metas e ações que deverão contribuir para evitar a extinção desse emblemático primata no Estado do Espírito Santo.

A Portaria Conjunta SEAMA/IEMA nº 02 - S, de 06 de junho de 2014, aprova o Plano de Ação Estadual (PAE) para a Conservação do Muriqui no Espírito Santo e o oficializa como instrumento de política pública para a conservação de espécie ameaçada, a exemplo do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), órgão responsável pela implementação de vários planos de conservação de espécies da fauna e flora brasileiras.

A implementação do Plano de ação trará benefícios diretos para a conservação do muriqui-do-norte, bem como ajudará na conservação de várias outras espécies ameaçadas de extinção que também ocorrem nas regiões onde são encontrados os muriquis.

Documentos e Arquivos:

- Matriz de Planejamento

- Portaria

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard