Governo do Estado do Espírito Santo

Veja como fica a reabertura em cada unidade de conservação gerenciada pelo Iema

As unidades de conservação (UCs) estaduais estão autorizadas a receber o público visitante seguindo as etiquetas sanitárias contra o novo Coronavírus (Covid-19). De acordo com a portaria Nº 142-R, publicada no dia 18 de agosto, o Governo do Estado do Espírito Santo autorizou a reabertura das unidades de conservação seguindo a classificação do Mapa de Gestão de Risco.

O Iema precisou readequar infraestruturas de funcionamento nas UCs para atender os protocolos exigidos pelo Governo do Estado e, sendo assim, há placas informativas nas UCs quanto às novas regras da portaria publicada e também de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19).

Uma ressalva é que todas as UCs ficarão com o Centro de Visitantes fechados para evitar aglomerações e os visitantes deverão usar máscaras, levar o próprio recipiente para beber água, além do álcool gel 70% para realizar a higienização das mãos com frequência. Pessoas que fazem parte do Grupo de Risco para a Covid-19 devem evitar a visitação às UCs ou acessar em horários de menor lotação, de acordo com a portaria do Governo do Estado.

Veja como fica a reabertura em cada unidade de conservação gerenciada pelo Iema:

Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF): vai abrir em dois turnos, com visitação de 40 pessoas por turno, sendo que o visitante não poderá ficar o dia inteiro na unidade de conservação. O primeiro turno vai das 8h às 11h e, o segundo turno, vai das 13h às 16h. Das 11h ao meio-dia será feita a limpeza do local. A portaria do Governo do Estado do Espírito Santo exige limpeza a cada três horas e, sendo assim, os turnos são para respeitar o processo de limpeza. De meio-dia às 13h será o horário de almoço dos servidores do Iema e, das 16h às 17h, será realizada nova limpeza. O controle de entrada será realizado na portaria, sem agendamento, ou seja, por ordem de chegada.

Parque Estadual do Forno Grande (PEFG)segue as mesmas recomendações do Parque Estadual Cachoeira da Fumaça, sendo a única diferença a determinação de dois turnos de 50 visitantes cada. A prática de escalada até o Pico do Forno Grande está liberada, com agendamento pelo e-mail agendamentofornogrande@gmail.com. Funciona de terça a sexta-feira. Entrada pela manhã no horário das 8h e saída às 11h (50 pessoas). Entrada no turno da tarde no horário das 13h e saída às 16h (50 pessoas). Somente com agendamento: (27) 3248-1156.

Parque Estadual da Pedra Azul (Pepaz): serão dois turnos, de 50 visitantes cada. Toda visitação será feita por agendamento prévio via telefone: (27) 3248-1156.

Parque Estadual Paulo Cesar Vinha (PEPCV): possui uma característica diferente, pois quem faz visitação ao PEPCV, geralmente, procura a Lagoa de Caraís como destino, caminhada que dura cerca de duas horas. Sendo assim, o Iema não especificou dois turnos para a visitação ao PEPCV, pois só de caminhada até a Lagoa de Caraís seria gasto praticamente o tempo de um turno de visitação. O PEPCV está aberto, das 8h às 16h, com capacidade de visitação de 100 pessoas por dia. Às 14h, os servidores do Iema irão avisar quanto ao retorno dos visitantes para a sede do Parque para quem estiver na Lagoa de Caraís e arredores da UC. Assim, os visitantes terão tempo para chegar até a sede do Parque, às 16h. O Iema ressalta que o PEPCV possui alta capacidade de dispersão, ficando difícil ocorrer aglomeração de pessoas.

Parque Estadual de Itaúnas (PEI): A unidade estará aberta das 8h às 16h e poderá receber até 100 pessoas por dia. Só os atrativos naturais estarão à disposição. O Centro de Visitantes está fechado.

*Confira as determinações da portaria Nº 142-R, publicada em 18 de julho, pelo Governo do Estado do Espírito Santo: Download

O Governo do Estado anunciou, no dia 1º de agosto, o 16º Mapa de Risco Covid-19, vigente entre os dias 03 de agosto e 09 de agosto. Ao todo, 22 municípios capixabas estão classificados em Risco Baixo, outros 46 estão em Risco Moderado e dez em Risco Alto.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard